Erro

[OSYouTube] Alledia framework not found

Voz das Comunidades e sua trajetória de engajamento social

image1

Foto: Facebook/Reprodução Voz das Comunidades

O Voz das comunidades se inicia em 2005, quando Renê percebeu a necessidade de fazer um jornal que noticiava o que realmente se passava dentro das comunidades e que não era mostrado pela grande mídia, bem como para solicitar ações de infraestrutura básica para as favelas que sempre eram e ainda hoje são, infelizmente, retratadas de forma negativa, e que na época mostrava somente os crimes e tiroteios ocorridos ali. A criação do jornal aconteceu por perceber a necessidade de retratar problemas sociais que se passavam naquele local.

A primeira tiragem do jornal começou com 50 cópias, que eram feitas na escola que estudava na época.Logo no  início, o jornal começou a dar força para os problemas da comunidade serem resolvidos e serem ouvidos pelo Estado. Através do jornal, a comunidade teve auxílio em questões referentes até ao saneamento básico.

Após alguns anos de existência, o jornal começou a realizar anúncios dos comerciantes locais no jornal. Em 2009, o  Voz das comunidades começou a se utilizar do youtube e twitter , mas sem grande impacto. A grande repercussão nacional e internacional do Voz das Comunidades ocorreu durante a ocupação policial do Complexo do Alemão,  em 2010. Na ocasião, René silva começou a relatar os ocorridos em tempo real por meio da conta pessoal no Twitter e logo após no Twitter do Voz das Comunidades Em junho de 2020, o jornal e ONG Voz das Comunidades tem nova sede na comunidade do Vidigal.

A organização do jornal é feita por meio de uma equipe  formada por um editor chefe que é o fundador do Voz das comunidades: Renê Silva, Chefe de Redação, Coordenadora de Jornalismo, equipe de Comunicação para marketing e para o Aplicativo, Jornalistas, Colunistas, Fotógrafos e Cinegrafistas, Designer, Correspondente, e por fim: equipe de Produção.

Durante alguns anos, contou com apoio e patrocínio de algumas empresas para manter a sede, bem como já participou de programas de televisão que deram muita visibilidade ao projeto.

Toda a estrutura e posicionamento do Voz das Comunidades reflete sobre o pensamento do fundador, Renê Silva, que em uma palestra disse: “o poder de transformação através da educação e da cultura”, sobre a importância da comunicação comunitária. 

As ações realizadas pelo Voz das Comunidades são em prol de informar as comunidades que fazem parte do Complexo do Alemão no Rio de Janeiro e as que são próximas, utilizando redes sociais : em transmissões ao vivo e documentários gravados, assim como  o jornal impresso que circula nessas localidades. . 

Em maio de 2020, durante a pandemia de Covid-19, o Voz das Comunidades lançou um aplicativo para verificação de notícias, tendo em vista o alto índice de fake news sobre o novo coronavírus e a falta de informações confiáveis. O  recurso foi financiado pelo consulado do Estados Unidos da América no Rio de Janeiro, 

No canal do Youtube, há a distribuição de conteúdos informativos sobre as comunidades e acontecimentos que ocorrem dentro e/ou relacionados à elas, programações semanais que são feitas muitas vezes em transmissões ao vivo com parcerias para outros canais, chegando assim a uma quantidade maior de pessoas. Além de documentários como um que tem grande destaque “O que é favela?” que foi lançado no dia 04 de novembro de 2019, dia da favela. A produção conta com participação de moradores, e ex moradores que participam em diversas frentes da comunidade com importantes reflexões.

Segundo a definição de Cicilia Peruzzo (2009, p.140), o formato utilizado pelo Voz das Comunidades é Comunicação Popular Comunitária.

“O morador pode não participar diretamente da gestão, mas tem espaço para programas, participar das reuniões de pauta etc. Pode não participar das reuniões de pauta, mas tem voz ativa na programação.”

 TAGS: COMUNIDADE, REDES SOCIAIS, RIO DE JANEIRO.

Redes Sociais: 

| https://www.vozdascomunidades.com.br/

https://www.instagram.com/vozdascomunidades/ |

Fontes Consultadas

Voz das Comunidades

Instagram: Voz das Comunidades

São Paulo São- No Rio, Voz das Comunidades expande atuação

Hypeness- Protagonismo da favela: renê Silva e Voz das Comunidades apontam o futuro do jornalismo

A importância da Comunicação Comunitária- Renê Silva

Voz das Comunidade: da favela para o mundo 

Acessos realizados em 06 de Outubro de 2020.